RadarURL

<< Pesquisador Anterior   |   Pesquisador Seguinte >>

Nome: Augustus DeMorgan
Data Nascimento: 27/06/1806
Data Desencarne: 18/03/1871
País de Origem: Reino Unido

Foi um matemático e lógico britânico. Formulou os Teoremas de DeMorgan e foi o primeiro a introduzir o termo e tornar rigorosa a idéia da indução matemática. Augustus de Morgan foi educado no Trinity College, em Cambridge, e em 1828 tornou-se professor de matemática na então recém-criada Universidade, em Londres, cargo que ocupou até 1866, com exceção de um período de cinco anos (de 1831 a 1836). Foi o primeiro presidente da London Mathematical Society, fundada em 1866. Como professor não tinha rivais e nenhum tópico era insignificante demais para sua cuidadosa atenção. Um de seus primeiros trabalhos, Elementos de aritmética, de 1831, distingui-se pelo tratamento filosófico das idéias de número e magnitude. Além disso, contribuiu para o simbolismo matemático propondo o uso do solidus (traço inclinado) para a impressão das frações. Sua maior contribuição para o conhecimento foi como reformador da lógica. Efetivamente, o renascimento dos estudos de lógica que começaram na primeira metade do século XIX deveu-se quase que inteiramente aos trabalhos de De Morgan e Boole, outro matemático inglês. As realizações mais importantes de De Morgan foram o lançamento das fundações de relações e a preparação do caminho para o nascimento da lógica simbólica (ou matemática). No campo do Espiritismo: Augusto de Morgan no final de sua vida interessou-se pelos fenômenos do Espiritismo nascente. Em 1849 ele havia investigado a clarividência e ficou impressionado com o assunto. Mais tarde, ele realizou investigações paranormais em sua própria casa com a médium Maria Hayden. O resultado dessas investigações foi publicado mais tarde por sua esposa Sophia. Augusto de Morgan acreditava que a sua carreira como um cientista iria ser afetada devido ao seu interesse no estudo do Espiritismo. A obra foi publicada anonimamente em 1863 intitulada: (From Matter to Spirit: The Result of Ten Years Experience in Spirit Manifestations.) A esposa de Morgan foi uma espiritualista convicta, mas Augusto de Morgan compartilhavam as idéias que a metodologia das ciências físicas não deve excluir automaticamente os fenômenos espíritas e que tais fenômenos podem ser explicados em tempo pela possível existência de forças naturais que ainda não tinha identificado os físicos. John Beloff escreveu que Augusto de Morgan foi o primeiro cientista notável na Grã-Bretanha a ter um interesse no estudo do Espiritismo e que seus estudos influenciaram a decisão de William Crookes também estudar o Espiritismo. No passar dos anos se declarou abertamente aos seus pares a aceitação do Espiritismo, e foi por isto impedido de conseguir ser lente em universidades tradicionais de Oxford e Cambridge. No prefácio da obra From Matter to Spirit De Morgan (1863) afirmou: "Estou absolutamente convencido de que tenho visto e ouvido, em condições que tornam a incredulidade impossível, fenômenos chamados espíritas, que nenhum ser racional poderá explicar pela impostura, coincidência ou erro".



Área de Pesquisa Descrição
PsicografiaFenômeno no qual os Espírito escreve, através do Médium, livros, cartas, dissertações e etc..algumas vezes constata-se a letra da pessoa falecida juntamente com suas características pessoais.
Fenômenos de Efeitos FísicosFenômenos provocados pelos Espíritos ao interagirem com a matéria, podendo ocorrer movimentação de objetos, deslocamento e resfriamento de ar, barulhos sem procedência conhecida, etc

Título Original Título em Português Ano de Publicação Disponível na Biblioteca Digital
From Matter to Spirit: The Result of Ten Years Experience in Spirit ManifestationsDá Matéria ao Espírito: O Resultado de 10 anos de Experiências em Manifestações Espirituais1863Download ainda não disponível