RadarURL

<< Pesquisador Anterior   |   Pesquisador Seguinte >>

Nome: William James
Data Nascimento: 11/01/1842
Data Desencarne: 26/08/1910
País de Origem: Estados Unidos

Reitor da Universidade de Harvard e filósofo mundialmente conhecido, nasceu a 11 de janeiro de 1842 em New York e faleceu a 26 de agosto de 1910 em Chocorua. William James teve a sua formação aberta a diversas influências. Interessado em várias disciplinas, escreveu sobre todos os aspectos da psicologia humana, do funcionamento cerebral às experiências religiosas. Ensinou psicologia e filosofia na Universidade de Harvard e é considerado o pai do pragmatismo. Entre 1865 e 1866, aos 23 anos, acompanhou a Expedição Thayer, liderada pelo professor Louis Agassiz. Nos oito meses de estadia no Brasil, passados principalmente no Rio de Janeiro e na Amazônia, James rascunhou cartas a seus familiares e um diário, e produziu desenhos de cenas da expedição, que expressam uma consciência crítica e um distanciamento moral da idéia colonialista que norteava a expedição. Depois seguiu para a Alemanha e estudou filosofia na Universidade de Berlim, entre 1867 e 1868. No ano seguinte, conseguiu a graduação em medicina em Harvard, tornando-se professor de fisiologia e anatomia a partir de 1873, e depois, de psicologia e filosofia, na mesma universidade. William James também participou da Sociedade Americana para Pesquisas Científicas e no ano de 1885, foi o primeiro homem de ciência que se ocupou da mediunidade da Madame Piper. O sucesso das investigações levadas a efeito teve o mérito de atrair a atenção de outros renomados pesquisadores, dentre eles o advogado, Richard Hodgson, antigo membro da Sociedade de Investigações Psíquicas de Londres e um dos mais criteriosos investigadores dos fenômenos espíritas, dada a sua fama de incrédulo e tenaz descobridor de fraude. Após 15 anos de incessantes pesquisas, o Doutor Hodgson chegou à conclusão de que os fenômenos eram verídicos e que Madame Piper era médium de invulgar faculdade. Suas obras principais são: "Imortalidade Humana", "As variedades de Experiência Religiosa", "Universo Pluralístico", "O Significado da Verdade", "A Vontade de Crer", "Ensaios sobre o Empirismo Radical". William James publicou ainda a obra "Etudes et Reflexions d'un Psychiste", na qual afirma que, na Inglaterra, cerca de um adulto sobre dez vê fantasmas. Nessa mesma obra, diz ele: "Quando uma teoria vem, sem cessar, à discussão, todas as vezes que a crítica ortodoxa a enterra, ela reaparece cada vez mais sólida e mais dura de acutilar, e podereis estar certo de que nela há uma parte de verdade...". "Muitas vezes a ciência matou os Espíritos, como uma das muitas superstições populares e, entretanto, nunca nos falaram deles com tanta abundância nem com tão grande aparência de autenticidade." Fontes: - Universidade Harvard - http://hcl.harvard.edu/libraries/houghton/exhibits/james/psychical.cfm



Área de Pesquisa Descrição

Título Original Título em Português Ano de Publicação Disponível na Biblioteca Digital
Imortalidade HumanaDownload ainda não disponível
Universo PluralísticoDownload ainda não disponível